quinta-feira, 20 de julho de 2017

Como estudar nos Estados Unidos - Primeiros passos - Perguntas e Respostas


Você  quer estudar nos Estados Unidos e sabe que uma boa preparação vai economizar tempo e dinheiro. Comece uma carreira de sucesso, confira este artigo. 10 min

“By failing to prepare, you are preparing to fail.” ― Benjamin Franklin



SE ESTUDAR NOS EUA É TÃO FÁCIL, PORQUE NÃO HÁ MAIS BRASILEIROS ESTUDANDO LÁ?
O sistema educacional é bem diferente. Há muitos caminhos para se tornar um professional. A Universidade não é a única opção, e os Community Colleges, além de uma ponte para a faculdade,  são uma excelente forma de entrar no mercado de trabalho.

TENHO QUE FAZER VESTIBULAR PARA ENTRAR NUMA UNIVERSIDADE AMERICANA?

O SAT e o ACT são os testes de admissão padrão, porém existem outros caminhos. Se você completou o ensino médio já pode ingressar no City College através de um teste de nivelamento. Depois de completar o General Education, você pode transferir para uma universidade e completar o Bachelor's Degree.

MEU OBJETIVO É UMA VAGA NUMA UNIVERSIDADE AMERICANA, COMO FUNCIONA?

Para seguir esse caminho você terá que escolher a universidade e saber quais os requisitos exigidos. Cada universidade requer um pacote de inscrição que será avaliado. Os critérios são vários: notas, atividades extra-curriculares, se você pratica esporte, faz parte do grêmio estudantil, etc. O standardized test também faz parte deste conjunto de requisitos.

QUAL A MAIOR DIFERENÇA ENTRE INSTITUIÇÕES DE ENSINO NO BRASIL E NOS EUA?

O perfil do candidato conta na hora da seleção, pois instituições de ensino e pesquisa sabem que os melhores alunos serão os profissionais de amanhã trabalhando em empresas de sucesso. Essas empresas direcionam grandes fundos de pesquisa para essas instituições, o que por sua vez atrai professores com pesquisas de ponta em suas áreas. O resultado são descobertas e avanços tecnológicos que beneficiam as empresas em forma de inovação. Portanto, existe um círculo virtuoso entre instituições de ensino superior, professores, alunos e empresas, todos buscando excelência.

COMO ESCOLHO UMA UNIVERSIDADE E UM CURSO NOS EUA?

É importante que seus objetivos estejam alinhados com o perfil da escola onde você pretende estudar. Nos EUA o Bachelor's Degree equivale ao curso superior de 4 ou 5 anos no Brasil. O Associate's Degree é equivalente ao curso profissionalizante, mas as opções são muito maiores. Ambos programas são chamados undergraduate e para iniciar a busca da tua futura carreira visite o College Board

OUVI FALAR QUE O ALUNO ESCOLHE AS MATÉRIAS DO CURSO. ISSO É VERDADE?

Sim e não. Nos primeiros dois anos de qualquer programa há mais flexibilidade entre matérias eletivas e obrigatórias. Já nos últimos anos o foco é a especialização na área que se pretende atuar depois de formado. Conheça as diferenças entre o Bachelor's of Art e o Bachelor's of Science para saber mais a respeito.

POSSO OBTER RECONHECIMENTO DE DIPLOMA EM OUTROS PAÍSES?

Nos EUA o reconhecimento acadêmico se dá mais pelas habilidades que você possui que pelo diploma que você pendura na parede. Um Bachelor’s Degree, Master ou Ph.D. obtido numa universidade americana acreditada é reconhecido em qualquer parte do mundo. Além do mais ser formado nos EUA significa ser um profissional que pertence a uma comunidade global, fala inglês fluente e possui uma rede de contatos relevante.

UMA VEZ ESCOLHIDA A UNIVERSIDADE COMO SEI SE A INSTITUIÇÃO É ACREDITADA?

Vários são os aspectos que determinam o prestígio de uma escola de ensino superior nos EUA, mas ser acreditada é essencial. Caso você nunca tenha ouvido o termo Ivy League também vale a pena dar uma olhada. No entanto, o Council for Higher Education Accreditation é o órgão para você obter informações sobre a legitimidade e acreditação da escola.

QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS BÁSICOS NECESSÁRIOS PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO NUM UNIVERSIDADE AMERICANA?

O conjunto de documentos geralmente inclui: application form, official transcript, reference letters, statement of purpose, financial statement, curriculum vitae, entre outros. Mas não se sinta desencorajado se isso parece complicado. Cada dia mais pessoas optam por programas profissionalizantes. O importante é focar no standardized test, como: SAT, ACT e o TOEFL.

COMO CONSIGO BOLSAS DE ESTUDO PARA PROGRAMAS DE BACHELOR'S?

A ajuda financeira para estudantes é muito comum nos Estados Unidos. No entanto, fundos federais são exclusivos para cidadãos que cursam a universidade pela primeira vez. Termos como: grants, loans, work-study and scholarships são muito comuns e podem ser obtidos uma vez que você já é aluno.

PARA ADMISSÃO NUMA UNIVERSIDADE EXISTE NOTA MÍNIMA?

Essa é uma das grande diferenças nos EUA: a nota fala muito sobre você e não apenas sobre o seu desemplenho escolar. O Grade Point Average (GPA) é uma escala de 1 a 4 pontos cuja metodologia combina nota e critérios subjetivos. Você já deve ter ouvido falar das notas A, B, C etc. Se quiser mais detalhes confira esta calculadora de GPA.

A QUEM DEVO PEDIR A CARTA DE REFERÊNCIA PARA O PROCESSO DE ADMISSÃO?

As cartas de recomendação devem ser pedidas a professores que te conheçam bem, que possam escrever extensivamente sobre o seu desempenho e caráter. A carta deve limitar-se à capacidade intelectual e as razões que tornam você um aluno promissor. Lembre-se que a instituição busca os melhores para cada área e estas cartas podem ser determinantes. Neste caso o famoso "Q.I." não necessariamente significa "Quem Indica".

TOEFL, SAT, ACT SÃO TESTES DE ACESSO À UNIVERSIDADE NOS EUA?

Sim. O TOEFL é um requisito para estudantes internacionais. O SAT e o ACT são provas de conhecimentos gerais para permitir o acesso à universidade e escolas técnicas. Algumas instituições também ministram testes de nivelamento como forma de inclusão, ao invés dos testes padrão. Visite City College of San Francisco para maiores informações.

COMO FICA A QUESTÃO DO ALOJAMENTO? ONDE OS ALUNOS MORAM?

No momento da inscrição você indica o alojamento da sua preferência. Este aspecto é bem conhecido devido aos filmes de Hollywood e por causa das fraternidades, as chamadas frat-houses. Independente do tipo de alojamento, pense que os vínculos de amizade que surgem nesta fase acompanharão você a vida toda.

E O VISTO?
O visto é o último item da tua lista. A universidade enviará as instruções para requerer o visto após a admissão ser aprovada. Se você  busca uma certificação profissional ou outro tipo de programa, o processo pode ser menos burocrático. E uma vez nos EUA você tem a opção de estender o visto, ou ainda requerer transferência para outra instituição de ensino. Conheça aqui os tipos de visto.

GOSTARIA DE FAZER UM CURSO DE INGLÊS INTENSIVO NOS EUA. O QUE DEVO CONSIDERAR?

Procure uma escola ESL (English as Second Language). Considere exatamente o que você pretende, pois seis meses, ou mesmo um ano, passam muito rápido. Falar inglês fluente de verdade requer tempo. E mesmo quando você começa a evoluir rápido, você ainda emperra por meses em cada degrau. Existem aspectos de personalidade, vocabulário e pronúncia - o chamado Language Ego. Mas depois disso tudo, surpresa! Agora você fala inglês como segunda língua, e isso abre muitas portas. Sem contar que o sotaque brasileiro é muito apreciado.

CONTINUO SEM SABER POR ONDE COMEÇAR. ONDE POSSO ESCLARECER AS MINHAS DÚVIDAS?

Estas dicas são só o começo, portanto o que você está sentindo é absolutamente normal. Mas se você chegou até aqui é porque esta aventura é mesmo pra você. Respire fundo e comece a tua primeira To-Do-List. Visite os links acima e salve no bookmark para poder consultar depois e se familiarizar com as informcações. 
Entre em contato, mande e-mails, consulte pessoas que já passaram por experiências similares. Brasileiros nos EUA não apenas oferecerão dicas importantes, mas serão fonte de inspiração e motivação quando você encontrar dificuldades.
E por falar em dificuldades, elas aparecerão para todos, incluindo você. O importante é manter o foco, pois os obstáculos são o que separam os sonhos das realizações.

ÚLTIMA DICA:

Muitos brasileiros chegam aos EUA sem realmente entender o que viver num outro país realmente significa. Para mim significa oportunidade de receber e retribuir, significa que todos obedecem as leis, significa que este país nos recebe de braços abertos, e portanto merece respeito pelas instituições e pela cultura. Significa que você ganhou uma chance especial de construir um lugar melhor para você e para os outros. Significa buscar o melhor e exigir mais de tudo, inclusive de você mesmo.


"A primeira atitude de mudança é a mudança de atitude. Especialmente perante o próximo e perante nós mesmos."
Boa Sorte!

Curtiu este artigo? Compartilhe nas redes.
Quer participar de uma revolução? Participe do nosso grupo de educadores, deixe seu comentário.